1 de junho de 2015

O QUE FOR PRA SER, JÁ FOI... OU AINDA SERÁ

Já pensou em como o tempo tem passado rápido? Aposto que sim! Tá notavelmente visível que os dias estão mais curtos e que por isso os momentos mais breves.  Se tá comprovado de alguma forma física, científica ou sei lá (?) que isso é de fato verdade. Não sei. Só que essa é a sensação que chega até minhas conclusões. Ok, mas chega de achar que os dias deveriam ter mais horas, e desejar que sim, porque eu acho que sim, que merecia sim. Sim. Não. Que tal a gente tentar se adaptar a sensação da mudança? Por que não tentar aproveitar mais o nosso tempo? O nosso decorrer do dia?

Olha, vou ser bem sincera, tenho entrado numa fase de querer fazer tudo no mesmo momento, não no sentido de varias ações no mesmo instante, mas sim no mesmo momento que me é colocado o poder ou dever de agir e não deixar nada pra depois, mesmo querendo. E muito. É mais prazeroso fazer quando queremos, na vontade, na expectativa, e não na preguiça. É mais alto astral viver o dia bem, buscando as ações, mas também a calmaria. Não poupando esforços, mas nem tão pouco descanso.  Tá entendendo? Estou te aconselhando a não deixar pra depois o que você pode fazer agora. E saber que o que for pra ser, já é, ou então já foi. Porque passa assim, rapidinho.

Não deveríamos pensar que tudo pode ser deixado pra depois. Sim, existem coisas que podem, porque podem esperar. Mas quando uma questão está exposta há muito tempo na espera para que se realize, acaba que ela pode se descaracterizar e deixar de ser o que seria. Então ó: Tem uma coisa pra comprar e não compra? Compre! Você pode acabar gastando com outra coisa inútil. Quer encontrar aquela pessoa conhecida no Fb? Procure! Adicione! Converse! A louça tá na pia? Você pode deixar pra lavar amanhã. Pode, mas não deve. Pensa no mau cheirinho, e que fazer logo é melhor. Mas e aquele texto que você sentiu uma vontade repentina de escrever e pensou “posso escrever isso depois, amanhã, talvez”. E realmente podia, mas a ideia já não ia ser a mesma. Então se alguém quiser entender, vai entender essas palavras. É só se adequar ao meio e saber que antes logo hoje do que tarde amanhã.


Blog Widget by LinkWithin

Comente com o Facebook:

0 COMENTÁRIOS:

Postar um comentário